Drogas e ortodontia


Está havendo um aumento crescente de uso substâncias químicas  entre os jovens hoje em dia , e por isso resolvi conversar um pouquinho sobre a interferência das drogas como álcool,tabaco,maconha ,etc no tratamento odontológico.

Sabemos que a dependência química vai causar a usuário  alterações físicas, químicas e emocionais , não só a saúde geral do individuo acaba debilitada , também a saúde bucal sofre alterações que causarão transtornos ao paciente , podemos citar diminuição do fluxo salivar ,desgastes dentais,perda ósseas,cáries mais frequentes,problemas periodontais,bruxismo , hipoestesia( perda ou diminuição de sensibilidade em alguma parte do organismo) e dor.

Cada substância tem uma ação insatisfatória no organismo por exemplo o álcool

o álcool, além de causar doenças gastrointestinais, distúrbios vasculares e desordens no sistema nervoso central,facilita a penetração de carcinógenos na mucosa bucal, álcool favorece maior permeabilidade de mucosa jugal, mucosa não queratinizada,borda lateral de língua.

Já o tabaco ,promove mudanças nas células da mucosa bucal ,mancha os dentes,e conjuntamente com o uso de álcool pode causar manchas na mucosa denominadas de manchas brancas.O poder irritante do tabaco é capaz de produzir mudanças leucoplásicas da mucosa bucal.

Existem estudos sobre a maconha que tentam elucidar os efeitos prejudiciais a saúde tais como câncer de pulmão, traqueia e boca e outros associados ao cigarro, em que a única diferença entre os dois está no princípio ativo.Há uma redução do fluxo salivar por ação parassimpatolítica da droga . Esse e outros fatores etiológicos embasam a verificação da alta prevalência de cárie e doença periodontal em indivíduos dependentes

O princípio ativo da maconha é o THC (tetra-hidro–canabinol), o qual prejudica a produção de células de defesa, deixando o candidato com potencial de infecção, em virtude da imunossupressão. A candidíase é uma manifestação que pode ser observada nos usuários , assim como a xerostomia intensa , levando-os a consumir maior quantidade de doces e guloseimas, o que aumenta o risco à cárie Seus efeitos também aparecem no sistema cardiovascular, consequentemente há diminuição da pressão arterial.

Outras drogas que podemos citar aqui é a cocaína e o crack , muitos usuários esfregam a droga nas gengivas para conseguir um absorção mais rápida causando irritação da mucosa , a língua pode apresentar escaras que serão mais suscetíveis a infecções,A absorção da droga pela mucosa, gera uma vasoconstrição e possível necrose tecidual.

 

O bruxismo está presente em alguns pacientes pela alteração do psiquismo e do desenvolvimento de espasticidade, trazendo efeitos deletérios para os músculos, dentes e ATM (articulação temporomandibular)

Como a cocaína pode provocar morte súbita por parada cardíaca, infarto do miocárdio, nenhum tratamento odontológico eletivo é aconselhável enquanto o paciente faz uso de tal substância, visando à segurança na utilização dos vasoconstritores.

Geralmente , o dependente químico tem uma série de mudanças emocionais que acabam por comprometer o senso realístico do individuo comprometendo inclusive os hábitos de higiene.

 

Cabe ao dentista observar todos esses sinais e sintomas ,  e fazer uma analise criteriosa sobre o estado que esse paciente se encontra e a viabilidade  do tratamento, lembrando que é necessário a responsabilidade de ambas as partes ,profissional / paciente  ,para que haja o sucesso no tratamento ortodôntico.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s